not so bright

13 Fev

Saio de casa. Tenho tudo o que preciso na minha mala. Hoje escolhi a que tenho à menos tempo, gosto muito dela. Tem um significado especial. Uso-a muito, não sei porquê. Hoje só tenho na mala o essencial. Chaves de casa, estojo de maquilhagem, algum dinheiro e um pacote de lenços. Tenho tudo o que preciso para …., há coisas que mais vale não dizer. A minha vida nunca esteve tão bem, e tão mal ao mesmo tempo. É engraçado. Cada vez percebo mais que nunca vamos ter tudo e cada vez me entendo melhor. Ás vezes fazemos coisas certas por razões erradas, mas neste momento não faço nada, não me apetece ser má pessoa desta vez. Vou preferir ficar no meu canto, pela primeira vez para depois não ter de voltar a ouvir a “culpa” dizer-me o quanto má sou, sem se perguntar sequer o porquê. Pode ser verdade que somos nós que decidimos o que somos, mas muitas vezes é a vida que nos ensina a sermos como, de facto, somos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: